06 novembro, 2015

A equipe do Blog do Allison Torres esteve nesta última semana tirando algumas fotos do Açude de Tabocas, visitamos vários pontos do açude e tivemos a oportunidade de ver princípios de poluição, alguma árvores, e também o estado que se encontra a (EE de Tabocas) Estação Elevatória de Tabocas.

Nesse local existe uma grande floresta dentro do açude em cima de uma Ilha de Areia, não da para se medir mas este ponto seria maior que um campo de futebol.



A moradora que reside as margens da barragem falou que desde que foi construído o reservatório em 1972 até hoje nunca foi limpada. A senhora ainda lamenta porque ninguém vem limpar.

Eles não aproveitam essa seca para limpar né? Toda minha vida, nunca foi limpado isso aqui. Falou.


Galhos de espinhos são jogados nas margens do açude, e quando vim a enchente deve se enganchar nas várias cercas de arames farpados que tem dentro do mesmo.

Começo de poluição 


Após o paredão do açude nossa equipe se deparou com uma situação não agradável. O começo da poluição, a imagem a cima é foi tirada aonde os caminhões costuma pegar água quando tem para vender em Santa Cruz do Capibaribe, São Domingos, Toritama e região.



O início da poluição não é apenas depois do paredão, também nos deparamos com várias garrafas de plásticos, latas de bebidas alcoólicas e outros produtos que ajudam a poluição dentro do açude.


Caminhões continuam tirando água


Caminhões agora tiram água em um poço artesiano, feito em uma devida propriedade depois do paredão, vários caminhões continuam enchendo seus vagões. Vale ressaltar que a EE de Tabocas não estar recebendo mais água para caminhões.

Administração e infraestrutura de Açude e da Estação Elevatória de Tabocas


A barragem foi inaugurada em 1972 e em 1994 teve uma pequena ampliação, na oportunidade a compesa médio a capacidade do reservatório que chegou a 16 milhões de metros cúbicos em 94. A 21 anos o açude não recebe nenhum tipo de reforma ou ampliação.

Confira as imagens de como se encontra a infraestrutura da barragem e EE de Tabocas.






























Imagens das bombas de abastecimento de Santa Cruz do Capibaribe, Toritama e o interior da Estação Elevatória.


Essas são as duas bombas que abastecem a cidade de Toritama, estão paradas devido a seca que estamos enfrentamos.


Essas 4 bombas fazem a transposição da água que abastece Santa Cruz do Capibaribe.

De 15 e 15 dias a Estação recebe água de Jucazinho que é distribuída apenas para Santa Cruz do Capibaribe, Toritama não recebe desta água.




Rachaduras no paredão do açude.




Algumas rachaduras são completamente visíveis no paredão do açude. Umas das reformas que foram feitas em 1994 foi aumentar um metrô no tamanho do paredão.

| Blog do Allison Torres |