17 dezembro, 2015







A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (17) uma operação relacionada às investigações de um esquema de corrupção envolvendo a empresa holandesa SBM e a Petrobras. A SBM fornece à Petrobras equipamentos de exploração em alto mar e já confessou propina em troca de contratos com a estatal. De acordo com as primeiras informações, há mandados sendo cumpridos no Rio de Janeiro.

Em junho deste ano, o ex-representante da SBM no Brasil Júlio Faerman, suspeito de ser um dos operadores do esquema da Lava Jato, afirmou à CPI da Petrobras que garantiu “ganhos expressivos” à estatal brasileira enquanto atuava em nome da empresa holandesa. Um mês antes, integrantes da CPI foram a Londres (Inglaterra) colher depoimento de Jonathan David Taylor, ex-diretor da SBM que denunciou supostas irregularidades em contratos assinados entre a companhia da Holanda e a Petrobras.

| Do: G1 |