31 março, 2016





Barragem de Santana II está com 24% da capacidade total, segundo a Apac. Medida é para que água dure 'máximo de tempo possível', explica Compesa.


Foi divulgado um novo calendário de abastecimento de água para Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco. Durante o mês de abril - a partir da sexta (1º) - a sede do município passa ter água nas torneiras por duas semanas, o distrito de Fazenda Nova por uma e o Sítio Barra de Farias um dia no mês. As informações são da assessoria de imprensa da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).


Durante uma semana do mês o sistema será paralisado. A medida será adotada devido ao baixo nível da Barragem de Santana II - responsável pelo abastecimento do município.

A capacidade de acumulação do reservatório é de 567 milhões de metros cúbicos de água. Atualmente, ele conta com 137 milhões de metros cúbicos - 24% da capacidade total -, segundo dados do monitoramento hidrológico diário da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).

“A nossa intenção com essa paralisação de uma semana no sistema é a de preservar o manancial para que a água existente dure o máximo de tempo possível e que possa entrar no próximo período chuvoso”, explica o gerente da Unidade de Negócios Regional Alto Capibaribe, Mário Heitor - também por meio da assessoria de imprensa da Compesa.

Informações do G1 Caruaru