09 maio, 2016












A partir de hoje (9), os municípios de Belo Jardim, Sanharó e Tacaimbó, no Agreste, recebem água apenas por carros-pipa. O motivo é que o Sistema Bitury entrou em colapso. Formado pelas barragens Bitury e Pedro Moura Júnior, o sistema não resistiu à estiagem, que já é responsável pela pior crise hídrica desde 1999.

De acordo com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), no último domingo (1), Bitury chegou a zero de acumulação e Pedro Moura, a 0,3%, volume insuficiente para captar água com qualidade para o consumo.

A partir de agora, 50 carros-pipa atenderão Belo Jardim, 14 para Sanharó e oito para Tacaimbó. A água que vai abastecer os caminhões-pipa será de Garanhuns e Agrestina, no Agreste Meridional, onde a situação dos mananciais é melhor, assim como na Zona da Mata.

São Bento do Una – Também atendido pelo Sistema Bitury, o município de São Bento do Una permanece com o rodízio de dois dias com água para 28 sem água graças à entrega parcial do Sistema Pau-Ferro/São Jacques. Atualmente, esse sistema atende Lajedo com 60 litros por segundo, conforme rodízio de cinco dias com água para 25 sem água.