26 outubro, 2016













O candidato do PR a prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira, abriu nove pontos de frente sobre o candidato do PDT, Manoel Neco. Se as eleições fossem hoje, ele teria 42% dos votos contra 33,4% do pedetista. Em relação ao levantamento anterior, feito entre os dias 11 e 12 deste mês, o republicano oscilou positivamente 0,8%, enquanto o pedetista caiu 2,4% pontos percentuais, movimentações consideradas dentro da margem de erro.

Brancos e nulos cresceram de 12% para 15,2% e indecisos recuaram de 11% para 9,4%. Na espontânea, Anderson cresceu de aparece com 35,6% para 37,6% e Neco recuou de 31% para 30,4%. Neste modelo, brancos e nulos, que eram somam 10,4%, agora são 14,6%, enquanto os indecisos, que estavam em 23%, caíram para 17,4%.

No quesito rejeição, Neco leva desvantagem no confronto com o adversário. Dentre os entrevistados, 32,6% disseram que não votariam nele de jeito nenhum ante 29,6% no levantamento anterior. A rejeição de Anderson também cresceu, mas bem pouco menor – de 21,6% para 22%. Ainda entre os entrevistados, 15,2% disseram que rejeitam ambos e 30,2% afirmaram que não rejeitam nenhum dos candidatos que aparecem no disco apresentado na pesquisa.

O Instituto Opinião aplicou 500 questionários entre os dias 22 e 23 de outubro no Alto da Colina, Barra de Jangada, Cajueiro Seco, Candeias, Cavaleiro, Centro, Comportas, Cristo Redentor, Curado, Dois Carneiros, Engenho Velho, Floriano, Guararapes, Jangadinha, Jardim Jordão, Jardim Prazeres, Manassu, Marcos Freire, Massaranduba, Muribeca, Muribeca dos Guararapes, Muribequinha, Pacheco, Padre Roma, Piedade, Prazeres, Santo Aleixo, Socorro, Sucupira, UR6, UR11, Vale Verde, Vila Rica, Vinte e Um, Vinte e Três, Vista Alegre e Zumbi do Pacheco.

O intervalo de confiança estimado é de 95,0% e a margem de erro máxima estimada é de 4,4 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. Foram realizadas entrevistas pessoais e domiciliares. A pesquisa está registrada sob o protocolo PE-06255/2016.

Estratificando a pesquisa, Anderson Ferreira aparece melhor situado entre os eleitores com renda familiar acima de cinco salários (57,6%), entre os eleitores na faixa etária entre 25 e 34 anos (48,7%) e entre os eleitores com grau de instrução superior (44,9%). Suas menores taxas de intenção de voto aparecem entre os eleitores na faixa etária entre 45 e 59 anos (37,2%), entre os eleitores com grau de instrução entre a 6ª a 9ª séries (38%) e entre os eleitores com renda familiar entre dois e cinco salários (39%). Por sexo, 42,9% dos seus eleitores são homens e 41,3% são mulheres.

Já Manoel Neco se situa melhor entre os eleitores jovens, na faixa etária de16 a 24 anos (39%), entre os eleitores com grau de instrução entre a 6ª e 9ª séries (38%) e entre os eleitores com renda familiar entre dois e cinco salários (35,2%). Seus menores percentuais aparecem entre os eleitores com renda familiar acima de cinco salários (21,2%), entre os eleitores com grau de instrução superior (30,4%) e entre os eleitores na faixa etária de 25 a 34 anos (27,4%). Por sexo, 36,4% dos seus eleitores são homens e 30,9% são mulheres.

Informações Blog do Magno Martins