20 junho, 2017









Se no PSB a família Coelho está em ascensão, em Pernambuco, fora da legenda uma outra família se destaca no cenário político estadual. O clã Ferreira, que atua no segmento evangélico, atualmente conta com três jovens na ativa: Os irmãos Anderson Ferreira (PR), prefeito de Jaboatão dos Guararapes, e André Ferreira (PSC), deputado estadual, mais o cunhado da dupla, o vereador do Recife Fred Ferreira (PSC). Para 2018, o novo projeto é reativar politicamente o patriarca da família, o ex-deputado Manoel Ferreira, que encerrou seu último mandato na Assembleia Legislativa em 2010, depois de 24 anos como deputado estadual de Pernambuco. 

“Com um filho ministro, outro prefeito, Bezerra Coelho pode lançar o terceiro filho na política em 2018. No racha do PSB, Antônio campos critica grupo de Paulo Câmara e se alinha a Bezerra Coelho”. 

A estratégia dos Ferreira é não deixar espaço vazio. Sempre que um familiar avança no jogo político, o outro entra para não deixar a bola quicando. Em 2016 por exemplo, enquanto o então deputado federal Anderson Ferreira, disputava a prefeitura de Jaboatão, André Ferreira, rodava o Recife para ajudar a eleger o cunhado Fred Ferreira, com o uso de um jingle repetitivo que uma característica das eleições da família – e que é basicamente a repetição do número do candidato. Em 2014, André Ferreira, que foi o vereador mais votado do Recife por dois mandatos, e que hoje preside o PSC-PE, se elegeu deputado estadual então pelo PMDB usando o mantra “15, meia, 15”, “15, meia, 15”. Em 2016 foi Fred Ferreira, eleito pelo PSC que usou o 20”, meia, 20”, “20, meia, 20”. 

Agora que Anderson foi eleito prefeito, o plano é eleger André deputado federal em 2018. Mas para evitar que Fred Ferreira deixe o posto de vereador do Recife para disputar a Assembleia, a família prepara o retorno de Manoel Ferreira. 

Pinga-Fogo