14 abril, 2020

COVID-19 EM PERNAMBUCO


A ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de Pernambuco tem alcançado, e por vezes até ultrapassado, a marca de 90%, segundo o secretário estadual de Saúde, André Longo. Ele informou, nesta terça-feira (14), que houve abertura recorde de leitos nos hospitais públicos em 30 dias, mas, mesmo assim, a velocidade da disseminação do novo coronavírus no estado preocupa.

"Tínhamos uma média de 21 internações por dia de pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave e, atualmente, isso mais que dobrou, para 45 casos por dia, nem todos com necessidade de terapia intensiva. As UTIs tinham ocupação de 49% e, agora, esse número tem variado entre 80% e 90%, por vezes superando os 90%", disse o secretário.

Ainda de acordo com André Longo, houve uma abertura recorde de leitos no estado, no Sistema Único de Saúde (SUS).

"Só hoje [terça-feira, 14], foram abertos 37 novos leitos de UTI. Nos últimos 30 dias, foram 467 leitos ao todo, sendo 204 de UTI. Por isso, precisamos ter o compromisso de cada um com o distanciamento social, para que a curva de casos não ultrapasse a linha de capacidade do sistema de saúde. Se houver uma curva mais acentuada, pessoas vão ficar sem assistência", declarou Longo.

Apesar da ocupação das UTIs ser alta, nem todos os pacientes receberam diagnóstico positivo para o novo coronavírus.

"Dos 204 leitos de UTI que temos, a ocupação está, atualmente, em 88%, o que significa mais de 180 leitos ocupados de terapia intensiva. Nos de enfermaria, a ocupação é de 63%, que significa 165 leitos ocupados. Há, atualmente, 63 pacientes com diagnóstico de Covid-19 em UTI, mas temos outros 117 com Síndrome Respiratória Aguda Grave que também se encontram internados, por vezes ainda aguardando um diagnóstico laboratorial", contou.

De acordo com o chefe do setor de infectologia do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), unidade no Centro do Recife que é referência no atendimento aos pacientes com Covid-19, não há como prever a quantidade de dias de internação que os pacientes precisam. Na unidade, há 113 leitos de enfermaria e 39 de UTI para pacientes com coronavírus.

"Nós não temos um padrão de internação, não há como dizer, mas o que temos é uma média, que, no Oswaldo Cruz, tem sido de cinco a sete dias de internação. Mas há casos, por exemplo, em que uma pessoa se interna em um dia e tem alta no outro. Isso, claro, quando não há comorbidades ou pessoas que têm uma idade mais avançada", disse o médico.

Testagem

Ainda de acordo com o secretário estadual de saúde, Pernambuco recebeu, do Ministério da Saúde, 20 mil testes rápidos para reforçar a testagem para o novo coronavírus. Isso deve expandir o diagnóstico de profissionais de saúde e segurança que tiverem sintomas gripais. Há, atualmente, 425 casos confirmados de profissionais de saúde com coronavírus e 358 descartados.

"Estamos coletando os dados do pessoal de segurança. Uma parte deles já vai se encaixar no protocolo para testagem rápida. Uma parte dos testes vai ficar com o estado e outra vai para os municípios. Para usar o teste rápido, a pessoa deve estar com sete dias de sintomas e há 72 horas sem os sintomas, para que tenhamos maior sensibilidade no teste. Quem não preencher esse requisito e for notificado, vão recolher material para fazer o teste molecular. Vamos ter duas modalidades", disse.

Atende em Casa

O governo de Pernambuco decidiu ampliar para outras cidades do Grande Recife a atuação da plataforma Atende em Casa. Lançada em parceria com a prefeitura da capital, ela disponibiliza orientações sobre a Covid-19, avaliação de sintomas e, caso seja necessário, viabiliza videochamada com enfermeiros e médicos que dão orientações para quem tiver suspeita de ter contraído a doença.

"O programa será ampliado para moradores de Olinda, Cabo de Santo Agostinho, Paulista e Jaboatão dos Guararapes. Estamos trabalhando na expansão para a Região Metropolitana e o interior do estado. A ferramenta é indicada para quem tem sintomas gripais causados pelo novo coronavírus ou outros vírus", afirmou André Longo.

Pernambuco confirmou, nesta terça-feira (14), outros 130 casos de pacientes com a Covid-19, doença transmitida pelo novo coronavírus. Com isso, o estado passa a ter 1.284 casos. Também foram confirmados mais 13 óbitos, elevando o número total a 115 mortes de pacientes (veja vídeo abaixo).

A SES informou, ainda, que há registro de 11 novos pacientes curados da Covid-19. Com isso, o número de cura clínica em todo o estado subiu para 68.

Conteúdo: G1 Pernambuco 

Nenhum comentário:

Postar um comentário