06 maio, 2020

Câmara de Vereadores de Camaragibe repassa R$ 100 mil à Prefeitura para ajudar no combate à COVID-19


Neste período delicado de crise mundial, pandemia e déficit econômico, a Câmara Municipal dos Vereadores de Camaragibe decidiu enxugar os gastos e contribuir financeiramente no combate à COVID-19 no município. Na manhã desta terça-feira, a Casa Legislativa realizou um repasse - investimento - de R$ 100 mil à Prefeitura para ajudar no enfrentamento do Coronavírus. A ação, liderada pelo presidente da Câmara, Paulo André, teve a participação de todos os vereadores locais, que chegaram a um consenso com relação ao gesto, beneficiando toda a população. Ele deu detalhes sobre como espera que esse recurso seja utilizado.
“Já que como presidente eu não posso fazer uma doação direta de cestas básicas, EPIs, máscaras, álcool e gel, para não caracterizar crime eleitoral, a mesa diretora achou por bem repassar esse valor de R$ 100 mil. Foi um consenso entre todos os vereadores. Pedimos que a prefeita possa utilizar todo esse dinheiro na compra de álcool e gel, de EPIs e materiais de saúde, de modo geral, para atender, na ponta, os profissionais de saúde e também ajudar a nossa população, que precisa desses equipamentos. O Poder Legislativo não pode executar, apenas requerer, legislar e fiscalizar, então fizemos esse repasse e esperamos que a Prefeitura possa executar isso na ponta", declarou o líder legislativo.
Em nome da transparência, Paulo André esclareceu como está fiscalizando a verba vinda do Governo Federal no combate ao vírus. “Desde o primeiro momento, quando chegaram aos cofres públicos de Camaragibe R$ 2 milhões, apresentamos um requerimento que solicita a instauração de uma comissão especial para o enfrentamento à pandemia. A documentação já foi apresentada na casa, já houve a leitura e agora falta a votação, que será feita na próxima sessão, com a presença de todos os vereadores. Eu me precavi na última sessão de retirar todo e qualquer tipo de projeto, para que todos possam votar”, afirmou.
O presidente da Câmara enfatizou ainda a importância de um senso de unidade na cidade, neste momento delicado, para amenizar os impactos da COVID-19. “Eu gosto de ressaltar que algumas pessoas tentam fazer ‘situação’ com esse período de tempestade que a cidade, o estado e o mundo enfrentam, mas nós estamos atentos e unidos nessa causa. Para além da pandemia, o Poder Legislativo segue trabalhando, inclusive, com servidores em regime de plantão”, disse. “Todos que quiserem vir até a Câmara, já existe um comunicado na porta: entra, sem nenhum problema, desde que com os equipamentos recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS)”, concluiu Paulo André.

Nenhum comentário:

Postar um comentário