02 julho, 2020

DEPUTADO FEDERAL RAUL HENRY DIZ NÃO SER FAVORÁVEL AO IMPEACHMENT DA CHAPA BOLSONARO-MOURÃO



O quadro "live em casa" recebeu no último dia (30) o Deputado Federal de Pernambuco, Raul Henry (MDB). Na live foram abordados vários temas, entre eles, o combate a Covid-19, reabertura do comercio e as eleições 2020. 

Para Raul Henry, o Brasil deveria ter estabelecido uma coordenação conjunta, uma união entre governo e estados para que as decisões fossem para todo o pais. O parlamentar acredita que o ex-ministro da saúde, Mandetta, estava tentando fazer isso. 
"Em alguns países a pandemia começou primeiro, por tanto a gente poderia ter aprendido com eles... Eu acho que tudo isso foi muito desastrado, muito confuso, isso foi muito ruim para o pais", Lamentou Henry em relação a covid-19 no Brasil. 
Se tratando das ações que o governador Paulo Câmara tem tomando no combate a Covid-19, o deputado acredita que Paulo tem acertado, o governado tem tomado as decisões com "base técnica."
"Isso deveria ser uma norma para o pais, você agir com o bom-senso, agir buscando a união, agir sem politizar esse tema, por que é um tema que causa grande sofrimento." Comenta o deputado. 
Quando perguntado sobre um Impeachment da chapa Bolsonaro-Mourão, o deputado disse que não ver como uma solução a saída da deles. 
"Eu não defendo o Impeachment do presidente, o presidente foi eleito democraticamente, a democracia é bom isso, porque se o eleitor ta achando que ele ta errando na próxima eleição vota contra, por isso que é muito ruim esses ataques a democracia que ele inclusive tem feito, quando participa de atos que falam em ditadura militar e AI-5" Disse Raul Henry. 
Já sobre as eleições 2020, o Deputado Federal Raul defendeu o adiamento, ele destacou o cuidado que a Câmara, Senador e TSE tem estabelecido com o tema e ressaltou que os presidentes ouviram os maiores especialistas do pais em epidemiologia para tratar do assunto. 

Confira a entrevista: 
  
                      

Conteúdo: Blog do Allison Torres

Nenhum comentário:

Postar um comentário