02 julho, 2020

TEATRO DE SANTA ISABEL PODE VIRAR PATRIMÔNIO CULTURAL IMATERIAL DE PERNAMBUCO

Foto: Assessoria de imprensa

Deputado Clodoaldo Magalhães fez a indicação do teatro para o título e a Assembleia Legislativa de Pernambuco aprovou. Requerimento segue, agora, para a Secretaria de Cultura de Pernambuco.

O Teatro de Santa Isabel, um dos 14 teatros-monumento tombados do país reconhecidos como Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, pode também virar Patrimônio Cultural Imaterial de Pernambuco. A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) aprovou, por indicação do primeiro-secretário e deputado estadual Clodoaldo Magalhães (PSB), a indicação do Santa Isabel para o título. Agora, a indicação segue para aprovação da Secretaria de Cultura de Pernambuco.

A ideia de construir um Teatro público no Recife, capital da província, foi de Francisco do Rego Barros, futuro Conde da Boa Vista, presidente da província de 1837 a 1844. O engenheiro contratado para transformar esse sonho civilizatório em realidade foi o célebre francês Louis Léger Vauthier.

Foto: Allison Torres

A história do Teatro Santa Isabel, que fica na Praça da República, no bairro de Santo Antônio, no Recife, tem páginas repletas de óperas, dramas, concertos, comédias, torneios de oratórias, solenidades cívicas e políticas, bailes, festas e jantares. Em 152 anos de existência, o teatro já passou por três reformas. A arquitetura neoclássica do início do século XIX permanece, mas aliada à modernidade.

O uso da tecnologia nas reformas permitiu inovações na estrutura do teatro e no conforto para os espectadores. A arquitetura original está preservada, mas novos recursos foram implantados, como  a colocação de uma estrutura de ferro para suportar os camarotes, reforma total da canalização de gás modificações na decoração e um prolongamento do corpo central do edifício, entre outras.

Eleito pela segunda vez o melhor teatro do Brasil pelo Cenym 2016, o Teatro de Santa Isabel, equipamento cultural da Prefeitura do Recife, em períodos normais, fica de portas abertas para visitantes conhecerem a sua história. Há as visitas guiadas e as de e educação patrimonial, suspensas temporariamente devido à pandemia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário